segunda-feira, 13 de agosto de 2012

Revelação de Alguns Mitos da Corrida

No meio da corrida, existem muitos atletas que começam a correr sem uma orientação técnica. Isso não tem nada de mal e na maior parte dos casos, é uma coisa boa. Está comprovado que a prática (adequada) de exercício é benéfica para o nosso organismo, a todos os níveis. Contudo, é sempre aconselhável uma visita ao médico antes de ingressares em qualquer programa de atividade física.
Porém, derivado a esta ausência de conhecimento técnico e científico, são criados mitos e boatos que se perpetuam entre atletas populares.

Neste breve artigo recuperamos 5 mitos, sobre os quais deves saber toda a verdade.

1 – O bom corredor come uma banana por dia: Falso. É verdade que este fruto possui potássio, reduzindo o risco de cãibras. Porém, não existe grande certeza que o consumo diário de uma banana acabe por completo com este risco. O ideal é seguires uma dieta equilibrada, na qual integres várias frutas. Assim colherás os benefícios de cada espécie.

2 – O bom corredor, após fazer uma grande distância, ataca uma pratada de carne e alface: Falso. A lógica por detrás desta história é a reposição de proteínas e fibras no organismo. Contudo, se forem ingeridas grandes quantidades de carne o teu organismo dedicar-se-á a digerir o alimento, em vez de se recompor. O mais provável, num regime continuado desta natureza, é engordares. O que acaba por ser benéfico. O peixe é uma boa opção para a reposição proteica.

3 – Correr deforma os seios das mulheres, especialmente se forem muito volumosos.: Falso. As mulheres, particularmente as de seios volumosos, devem correr com tops justos para evitar o desconforto. Se necessário, usa dois tops sobrepostos, para apoio adicional.

4 – O bom corredor habitua-se a correr sem ingerir líquidos, para aguentar no dia da prova: Falso. Deves consumir sempre líquidos antes, durante e após o esforço, seja em treino ou em prova. Não o fazer pode criar uma reação de refluxo no teu organismo, quando ingeres líquidos em esforço.

5 – O bom corredor não toca no álcool: Plausível. A verdade é que o álcool, apesar de ser uma macromolécula energética, é sempre prejudicial ao nosso organismo. Contudo, estudos demonstraram que uma pequena quantidade de álcool após um treino forte pode ajudar na recuperação. E neste caso estamos a falar em duas colheres de sopa ou um pequeno cálice. Antes da prova: está proibido; o álcool provoca desidratação, aumenta a frequência cardíaca e pode provocar tonturas. Além disso, como bebida extremamente calórica que é, pode contribuir para a acumulação do peso.



Fonte: Sport Life